Ieda Zamel Dorfman E Mara Rossato

Ieda Zamel Dorfman e Mara Rossato

CURSO: "Anorexia Nervosa: A Ilusão da Família Perfeita"
Ieda Zamel Dorfman
Psicóloga; Especialista em Psicologia Clínica;
Psicoterapeuta de Casal e Família;
Presidente da AGATEF - Associação Gaúcha de Terapia Familiar (2014/1016);
Pesquisadora visitante do HCPA - Hospital de Clínicas de Porto Alegre (RS);
Supervisora, colaboradora do Programa de Transtornos Alimentares do CAPSi do HCPA;
Coordenadora da Comissão de Pesquisa da ABRATEF (2014/2016);
Supervisora clínica da Clínica AGATEF;
Professora e Supervisora do Curso de Especialização em Atendimento Clínico - ênfase em terapia familiar da Clínica de Atendimento Psicológico da UFRGS;
Membro fundador do AMAB-RS – Atendimento Multidisciplinar de Anorexia e Bulimia;
Coautora de vários artigos de transtornos alimentares.

Mara Rossato
Psicóloga; Terapeuta de indivíduos, casais e famílias, Especialista em Metodologia do Ensino Superior, Especialista em Saúde Mental Coletiva;
Coordenadora da Ênfase em Terapia Familiar, professora e supervisora do Curso de Especialização em Atendimento Clínico da Clínica de Atendimento Psicológico da UFRGS;
Pesquisadora do Serviço de Psiquiatria do HCPA (Hospital de Clínica de Porto Alegre);
Colaboradora do Programa de Transtornos Alimentares do CAPSi do HCPA;
Membro da Diretoria da AGATEF – Associação Gaúcha de Terapia Familiar;
Coordenadora da Comissão Editorial da ABRATEF (2014/2016);
Coordenadora da Clínica AGATEF; Membro fundador do AMAB-RS (Atendimento Multidisciplinar de Anorexia e Bulimia).

RESUMO:
Este curso tem o objetivo de esclarecer a dinâmica de funcionamento de famílias com filhos com anorexia nervosa.
Para tanto, serão trazidos conceitos teóricos básicos sobre o transtorno e os critérios de diagnóstico utilizando como referência o DSM5.
Trabalharemos as principais características do funcionamento familiar, evidenciando os aspectos relacionais que mantêm a sintomatologia e a ilusão de uma família perfeita.
Minuchin (1991) aponta que “Al mirar el interior de uma família, puede que uno quede subitamente atrapado por multiples tramas. Estas puedem ser caprichosas, desafiantes, absurdas o dramáticas, pero todas son perturbadoras, pues provocan la exasperante sensación de ser completas. Es como si uno mirara al passar el escaparate de uma tienda y viera ali refulgir el universo.” (p. 19)
Para finalizar, abordaremos uma entre as várias possibilidades de intervenção terapêutica fundamentada na teoria sistêmica estrutural.
De maneira lúdica e interativa, aproveitaremos a experiência dos participantes e também utilizaremos cenas de filmes e textos pertinentes ao tema.

Bibliografia:
Minuchin, S. Calidoscopio Familiar – Imágenes de violência y curación. Barcelona, Paidós, 2. ed. 1991.